Mercado

Rádio alcança 83% dos brasileiros e é mais popular entre os jovens


Estudo da Kantar IBOPE Media aponta que a média de horas consumidas por dia é de 4h33; Sertanejo segue como o gênero mais executado


Fonte: Kantar IBOPE Media EasyMedia4 | 13 PRAÇAS – agrupamento por região | ABR/2019 A JUN/2019 | TOTAL EMISSORAS | AMBOS | 05 – 05 | 2a-Dom | ALC30% | TMED#

Kantar IBOPE Media apresentou  o Inside Radio 2019, estudo que passa uma lupa nas características dos ouvintes e entender com profundidade como se dá o consumo e o comportamento no meio. De acordo com o estudo deste ano, o meio alcança 83% dos brasileiros (nas 13 regiões metropolitanas onde há aferição) e o consumo de horas por dia é de 4h33 em média.

Para Melissa Vogel, CEO da Kantar IBOPE Media no Brasil, o estudo reforça a relevância do rádio enquanto mídia, assim como o impacto do meio na vida das pessoas: “O áudio é uma das primeiras coisas que experimentamos na vida, quando ainda estamos no ventre de nossas mães. Em um mundo cada vez mais tecnológico e influenciado por algoritmos, o áudio mantém a capacidade de nos humanizar e é importante entender isso para explorá-lo e valorizá-lo. E é no áudio que o rádio vive e se recria todos os dias”, comenta a executiva.

A influência do digital

O ser humano cada vez mais conectado impacta também em como o conteúdo de rádio é consumido. Por isso, a abrangência do meio chega aos mais diferentes devices. A maioria (84%) ainda escuta o rádio pelo aparelho comum, enquanto 20% afirmam ouvir pelo celular, 4% por meio de outros equipamentos e 3% pelo computador.

Essa divisão é facilmente compreendida quando olhamos os lugares nos quais o meio é consumido: 70% dos ouvintes declararam escutar rádio enquanto estão em casa e 41% fora do domicilio (carro, trabalho, em trajetos ou em outros locais).

Rádio para todas as idades, o tempo todo

Enquanto 83% das pessoas escutam o meio, a média entre os mais jovens é maior do que entre os mais velhos. O destaque está entre aqueles que têm entre 20 e 49 anos, faixa etária que corresponde a 86% entre os que declararam escutar rádio nos últimos 30 dias.
Outro dado interessante é que o consumo de rádio acontece o tempo todo, o dia inteiro. O volume de ouvintes é bastante equalizado ao longo das 24 horas do dia, ou seja, no rádio, o prime time é o dia todo.

Pesquisa completa, clique aqui

Mercado
E-sports, 5G e áudio são algumas das tendências para 2020, afirma Kantar
MCTIC
MCTIC e BNDES destacam linhas de crédito para radiodifusão durante reunião online
Mercado
Jovem Pan Ribeirão lança campanha e reforça regionalismo
Sem comentários no momento.