Mercado

Covid-19: Consumo de rádio se mantém e vira assunto nas redes sociais durante a pandemia


Mesmo com as mudanças causadas pela pandemia de Covid-19 no dia a dia do brasileiro, o consumo de rádio segue forte na quarentena.

De acordo com levantamento especial da Kantar IBOPE Media, realizado em 13 regiões metropolitanas do país, 74% dos ouvintes de rádio afirmaram que estão mantendo ou aumentando o consumo do meio durante o isolamento. O número é maior do que o levantado na onda anterior (abril), que era de 71%. O número de ouvintes que consumiram o meio com serviços de streaming de áudio também cresceu de 25% para 27%. Observando os motivos para consumir o meio, percebemos que as buscas por informação e entretenimento, seja para se distrair ou para ouvir músicas, estão no topo:

Fonte: Kantar Ibope

As pessoas também estão falando mais sobre os programas de rádio nas redes sociais. O número de tweets saltou 53% na comparação com janeiro deste ano, contabilizando 732 mil menções que geraram 176 milhões de impressões, 13% a mais do que janeiro.

Agências
Decreto altera regras de licenciamento de estações
Fundadores Radioenegocios
Aires Studio apresentado pela Playlist
Eventos
Dia Mundial do Rádio: ONU destaca promoção de diversidade e inclusão
Sem comentários no momento.