Notícias

7 de novembro, dia do Radialista


Centro de Memória Bunge resgata trechos de importantes programas da história nacional do Rádio. Acervo preserva sonoras com radialistas das rádios Jovem Pan e Excelsior na década de 1970 e 1980

Foto: Acervo do Centro de Memória Bunge

Há quatorze anos, a Lei nº 11.327 instituía o Dia do Radialista, comemorado no dia 7 de novembro, data natalícia do compositor, músico e radialista Ary Barroso. Também locutor esportivo, Barroso manteve por vários anos o programa “A hora do calouro”, na Rádio Cruzeiro do Sul do Rio de Janeiro , na qual revelou e incentivou novos talentos musicais. Além dele, o Brasil contou e ainda conta com importantes radialistas que fizeram história no setor, como Eli Corrêa, Ney Gonçalves Dias, Manoel Braga Gastal, Juçara Ferreira Carioca e Ricardo Boechat.

Além dos apresentadores, fazem parte dessa profissão, que tem papel importante na Radiodifusão, os técnicos que editam, tratam e operam o som, jornalistas e repórteres que fazem a apuração de notícias, redatores, comentaristas e roteiristas. O Centro de Memória Bunge, referência na área de preservação da memória empresarial, conta com sonoras de diversos programas renomados da história do rádio brasileiro. Entre eles, o programa São Paulo Agora, com o radialista Ney Gonçalves Dias, na rádio Jovem Pan, entre 1974 – 1979, além de trecho de entrevista sobre o 33º Prêmio Moinho Santista, em 1988, na rádio Excelsior.

Gravação do Programa São Paulo Agora com o radialista Ney Gonçalves Dias, parte 2. Brasil, São Paulo, São Paulo. Rádio Jovem Pan (1974-1979). Fonte: Coleção Serrana, Acervo Centro de Memória Bunge

Além desses trechos, uma parte da história nacional do Rádio, bem como documentos textuais, iconográficos, tridimensionais e audiovisuais podem ser encontrados no Acervo do Centro de Memória Bunge, criado em 1994. Todo acervo está disponível para consulta e visitação, após o fim do isolamento, mediante agendamento.

Radialista comenta e entrevista laureados do 33º Prêmio Moinho Santista. Brasil, São Paulo, São Paulo. Rádio Excelsior (1988). Fonte: Fundo Fundação Bunge, Acervo Centro de Memória Bunge.

Notícias
Financiamento beneficia radiodifusão em SP
Notícias
Grêmio estudantil lança web rádio
Notícias
COVID-19: Aulas por meio de rádio para alunos do Município
Sem comentários no momento.